Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Berindeira Doce

Um blog que retrata uma vida (a minha) perfeita no meio de tanta imperfeição, entre desejos, sonhos, projectos e a realidade!

A Berindeira Doce

Um blog que retrata uma vida (a minha) perfeita no meio de tanta imperfeição, entre desejos, sonhos, projectos e a realidade!

Os homens que se convençam!!!

Os homens que se convençam que as mulheres gostam de um beijo com vontade, um abraço apertado, um carinho inesperado, um Amo-te em segredo.

Os homens que se convençam que as mulheres gostam de receber uma flor, uma (qualquer) dedicação de amor, um elogio.

Os homens que se convençam que as mulheres gostam de surpresas, de passar uma noite fora, de receber uma chamada ou uma mensagem por "nada".

Os homens que se convençam que as mulheres são muito mais simples do que nos fazem parecer e que por muito difíceis que sejam os dias aquele abraço antes de dormir as acalma.

Os homens que se convençam que as mulheres gostam de ser tratadas por meu amor, gostam de beijos na testa, de festinhas no cabelo.

 

 

 

Idealizar, sonhar, querer, esperar, viver!

Sonho muitas vezes acordada, sou capaz de passar largos minutos a idealizar algo, uma ideia, um sonho, sinto quase a alegria de o viver, de saber que um dia vou lá chegar, ou pelo menos que morrerei a tentar.

 

Hoje lá vinha eu, enquanto o H. conduzia centrada nos meus pensamentos, vinha de tal modo longe que ele me tocou no braço para lhe dar o € da portagem e me disse: vens muito pensativa... mau! normalmente isto não me acontece de manhã e costumo vir a tagarelar ou a bocejar, mas hoje não me apetecia nada disso, ia mesmo bem a idealizar uma casa com terraço e um cão, gosto muito de cães, cresci com eles, tinhamos sempre dois ou três, fazem-me falta, mas num apartamento fica difícil e se já a Betty me dá trabalho imagino um cão num apartamento.

Sorri e repondi-lhe no que vinha a pensar, o H. riu-se e soltou um tipico sim sim! 

 

Sei que posso até idealizar algo que nunca vai acontecer, sei que pode ser dificílimo, mas se não formos sonhando, idealizando, planeando o que andamos cá a fazer?

Não consigo pensar que o que tenho está bom, que esta vidinha chega, preciso de motivação de algo a que me "agarrar", são esses sonhos/ objectivos/ planos que me dão vontade de lutar todos os dias, nunca fui de me acomodar, procuro sempre mais e melhor, agradeço tudo o que tenho, gosto de tudo o que tenho, mas também gosto de sonhar!

 

E vocês? 

Hoje já passou, volto dia 17/02!

Hoje lá fui, acompanhada do meu H. que me dá a mão sempre que preciso para me acompanhar seja onde for e desde já o meu muito obrigada meu amor!

Chegámos, andei por aqueles corredores sempre a seguir as indicações da Consulta de Risco Familiar, entretanto já estava confusa, perguntei, ia no caminho certo, cheguei e esperei... uma funcionária apenas a atender quem entrava para confirmar consulta e para marcar os exames de quem saia. Estive uma meia-hora à espera e lá confirmei a consulta, entrei logo de seguida, perguntas normais, constatação de que não tinham muitos dados do processo da minha mãe (Que tal estas coisas serem tratadas entre hospitais? A minha mãe foi seguida no Curry Cabral, deviam ter sido enviados/ pedidos os elementos necessários para o IPO não? enfim! vou procurar o que há para levar na próxima consulta pois nestes 12 anos nunca colocaram esta dúvida a nenhum outro familiar, sendo que hoje me disseram que era importante para se perceber se a origem era do intestino ou da apéndice - e eu a achar que era tudo a mesma coisa!), papelinhos para o mano preencher, que afinal eu já estou atrasada no rastreio, fui lá aos 20 por inicitaiva própria, disseram que era muito cedo, que me chamavam, se eu não tivesse tomado a iniciativa novamente bem podia esperar, mas ainda assim reclamam - Óh caralho, é preciso uma paciência! Adiante, sorri e não reclamei, afinal a médica vai-me acompanhar se tudo correr bem muitos anos, não barafustar na primeira consulta pareceu-me inteligente! Já que vou atrasada tenho de fazer o exame na próxima vaga, coisa boa, dia 17 de Fevereiro volto lá.

Tudo a fazer figas para vir no mesmo dia para casa, sem complicações, nem sustos, nem nada que se pareça! Agradeço muito, sim?

Para 2015!

Feito o balanço de 2014, está na hora de pensar no que se pretende para 2015. Sinceramente, 2015 tem de ser O Ano, o ano das coisas boas acontecerem e além de saúde, amor, tranquilidade, a família reunida as minhas metas são:

- Viajar, este desejo está connosco desde que nos juntámos, mas tem sido adiado, este ano vai ter de ser!

- Frequentar aulas de dança!

- Investir/ Frequentar Workshop's/ formações (fotografia, inglês, consultadoria de imagem, maquilhagem)!

- Ser mais organizada!

- Cuidar mais da minha saúde e imagem!

- Participar em acções de voluntariado!

- Colocar aparelho dentário (again)!

- E em último mas não menos importante: Aumentar a família!!!

 

Estes dias...

O Natal começou cedo, eram 6 da manhã quando rumei à pastelaria para dar uma ajudinha à família, sai já eram 17h e foi acelerar para casa para tomar banho e seguir para casa da sogrinha que ficou com o trabalhinho todo!

Muita comidinha na mesa, a família junta em grande parte, os presentes das crianças foram abertos primeiro e depois lá se seguiram os adultos, este ano deram-me ouvidos, eu que tinha dito que precisava de pijamas recebi três, dois polares e um mais fresquinho, um róbe ás bolinhas super giro da primark, um caderno de notas com muitos "Smile's", chocolates, uma blusa, as galochas, um casaco da Primark em camel, um casaco azul da Mango que acabei por ir trocar, não gostava de me ver com ele, e embora casacos sejam algo que abunda lá por casa nunca são demais, dois soutiens que troquei por um só, cada vez que troco algo o H. reclama, mas eu acho preferível trocar do que ficar com algo com que não nos sentimos bem ou que não gostamos.

 

 Depois sexta-feira foi dia de trabalho, mas o fim-de-semana prometia (prometia e desiludiu), fomos para o Tivoli Oriente e como íamos com um Voucher lá nos calhou um quarto com vista para as traseiras, também não estávamos à espera de outra coisa, o quarto era bastante giro e o hotel é focado essencialmente para estadias rápidas e de negócio pelo menos na minha opinião, não considerei um espaço muito acolhedor, acho que os corredores são "frios", para não falar no serviço do pequeno almoço onde esperámos no Sábado e no Domingo, sendo que no domingo estivemos pelo menos 25 minutos à espera de mesa para o pequeno almoço. Ainda éramos para ter ido dar uma voltinha pelo Teleférico mas começou a chover e acabámos por ir para casa mais cedo.

 

Ontem já estava fresca e airosa pronta a sair de casa quando algo se passou, comecei a ver tudo um bocado a andar á roda, entre outras coisas ás quais vos vou dispensar pormenores e acabei por voltar para a cama e passar um dia que não desejo a ninguém, com febre e o estômago feito num 8, hoje o estômago está um pouco melhor mas ainda me arde... até amanhã tenho de andar a sopa e torradas, a ver se consigo aproveitar a ceia que vamos passar a Passagem de ano fora.

 

A todos vós desejo umas óptimas entradas em 2015, com votos de muitos sucessos.

 

Beijinhos

Ano novo, agenda nova!

Vem ai um novo ano e se neste novo ano vai ter muito do que temos tido até agora, terá também 365 dias de novas oportunidades, eu já tenho a minha agenda em branco, cada ano tem para mim a renovação de todos os desejos, das vontades e dos projectos.

 

Vou fazer uma listinha e partilhar convosco as coisas que gostava que se concretizassem em 2015! Quem mais alinha? Segundo consta quando nos comprometemos com/ perante os outros é mais fácil de cumprir!